Monday, 11 June 2012

Números da moda na era do computador


Uma amiga minha conta os azulejos das piscinas onde nada. Não sei como ela consegue...
Não sou tão fanático assim, mas passo a vida contando, consciente ou inconscientemente.

Cada andar das casas de Amsterdam em geral tem 3 janelas, o que origina plantas-baixas medíocres, com uma sala de 2 janelas, semi-decente, e um quarto-tripa ao lado. Ou então um grande salão de 3 janelas, com o quarto dando para os fundos.

Uma barra de chocolate Toblerone (aquela dos nacos triangulares) de 200g divide-se em ONZE pedaços. Vai partilhá-la com um amigo ou 2, quantos pedaços dá para cada um? A menos que se divida em 11, sempre haverá injustiçados. (Tenta então morder o pedaço triangular na metade, para comer em 2...) Pior ainda: um Toblerone de 400g divide-se em DEZESSETE pedaços. Qual foi a mente doentia que o criou?

Escandaloso mesmo, e que não poupa ninguém que enxergue, são os novos designs de calotas de automóveis. 90% dos carros atuais têm calotas divididas em CINCO. Vai dividir uma circunferência, 360 graus, por 5?
Muitas calotas dividem-se também em SETE. Dividam 360 graus por 7.
Já ví uma calota dividida em ONZE, mas infelizmente eu não tinha câmera e não anotei o nome do carro.
Carros muito chiques têm calotas divididas em TRÊS.
Saudosos os tempos em que as calotas eram aquela colméia de buraquinhos que ninguém contava, ou então divididas nos saudosos 4, 6 ou 8.

Tragédia clássico-religiosa: quando o vitral do altar da igreja, no fundo, é dividido em DOIS, e o motivo é uma crucifixão. Põe o Cristo à direita, à esquerda, ou no meio – onde fica cortado em 2?